3/12/12

Biblioteca gramsciana / Os livros da prisão de Antonio Gramsci

Lincoln Secco

Resumo

Este artigo apresenta as conclusões preliminares de uma pesquisa sobre os livros da biblioteca da prisão lidos por Antonio Gramsci. Tendo a sua disposição apenas alguns livros de autores marxistas, Gramsci foi capaz de refletir as questões mais importantes de seu tempo. Além disso, procuro demonstrar que ele analisou os livros e seus editores como meios de ligação entre a cultura e o público.

A História do livro e da leitura constituiu um campo de estudo de muitas possibilidades analíticas. Numa zona intermediária que une a História Social e a História Econômica, ela tem inspirado estudos sobre livrarias, livreiros, editoras, bibliotecas1.